segunda-feira, 31 de julho de 2017

Frio e Calor das relações

É incrível como a interpessoalidade dos tempos atuais nos deixou duros e frios aos acontecimentos do cotidiano, assim como também nos esfriaram em relação aos sentimentos. A facilidade de não se precisar manter um relacionamento longo,como também a existência e manutenção de relacionamentos "curtos e abertos" nos tornou sinicos aos sentimentos reais. Quando os relacionamentos foram resumidos a um status de uma rede social qualquer perdeu-se o real significado: companheirismo, amizade, afeto, cumplicidade, intimidade. Etapas são atropeladas, as pessoas não se conhecem ou raramente lembram que foi o último parceiro com quem transaram ou ainda que beijaram nas baladas da vida. Chamem-me de careta ou antiquado se quiserem, contudo, acredito que um relacionamento sem essas bases só tem um destino: fim, termino e choro(talvez não esse ja que nao tem um vinculo propriamente dito).
Vamos conhecer as pessoas que estamos saindo, vamos saber com quem estamos nos relacionando. Seria certo acreditar que uma pessoas que encontra o amor da sua vida 4 ou 7 vezes em um ano sabe o que é o amor??? Ou seria esse uma variante desse sentimento também conhecida como "paixão"???
Só nos resta esperar a sociedade descobrir o amor real para que essas relações tornem-se mais saudáveis para todos.

Postar um comentário